sábado, 2 de junho de 2018

A Santa Missa no Século II


Mais antigo registro da Santa Missa:

    "No dia chamado do sol, num mesmo lugar há uma reunião dos que moram nas cidades ou nos campos. Leem-se publicamente a memória dos apóstolos e os escritos dos profetas, quando o tempo permite. Quando o leitor termina, o presidente faz num discurso uma admoestação e exortações de que se imitem essas belas coisas. Então todos ficamos de pé rezando juntos em voz alta. Depois, como já dissemos, ao terminar a oração, traz-se pão com vinho e água. O que preside faz subir ao céu, na medida do possível, as orações e as ações de graça e todo povo responde com a aclamação 'Amém'. Logo ocorre a distribuição e partilha desses alimentos eucaristizados, que são também levados aos ausentes pelos diáconos. Os que estão na abundância e têm vontade dão o que querem, cada um a seu próprio critério. E o que se coleta é depositado junto ao presidente e (...) ele encarrega-se de socorrer a todos que se encontram em necessidade."

(São JustinoApologia I, 67)

*Negritos do blog