domingo, 21 de outubro de 2018

O Salvador e a Salvação


    Quando Nossa Senhora e São José levaram o Menino Jesus para apresentá-Lo no Templo de Jerusalém, o religioso Simeão tomou-O nos braços e disse: "Agora, Senhor, deixai Vosso servo ir em Paz, segundo Vossa Palavra. Porque meus olhos viram Vossa Salvação que preparastes diante de todos povos, como Luz para iluminar as nações, e para a Glória de Vosso povo de Israel." Lc 2,29-32
    E seis meses antes, o sacerdote Zacarias assim predisse o futuro de seu filho São João Batista, que nascia: "E tu, menino, serás chamado Profeta do Altíssimo, porque precederás o Senhor e preparar-Lhe-ás o Caminho, para dar ao Seu povo conhecer a Salvação, pelo perdão dos pecados." Lc 1,76-77
    De fato, São João Batista falava por inspiração, e disse por ocasião do Batismo do Senhor: "No seguinte dia, João viu Jesus que vinha a ele e disse: 'Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.'" Jo 1,29
    Seja pela sutileza e fragilidade de uma Criança, seja pelo necessário arrependimento diante de uma evidente manifestação de Deus, São João Evangelista atestou o patente arrebatamento provocado pela Pessoa de Jesus: "E nós vimos e testemunhamos que o Pai enviou Seu Filho como Salvador do mundo." 1 Jo 4,14
    Essa é a mais pura Verdade: Deus revelou-Se na Pessoa de Jesus e cativou os Apóstolos de irreversível modo. Quando perguntou-lhes se não preferiam abandoná-Lo, como em certa etapa de Sua Missão muitos de Seu seguidores já faziam, São Pedro prontamente respondeu-Lhe: "Senhor, a quem iríamos nós? Tu tens as palavras da Vida Eterna." Jo 6,68
    Pois como sinal de contradição, muitos se escandalizaram e abandonaram-nO quando Ele declarou que Sua Carne seria o alimento da Salvação: "'Eu sou o Pão Vivo que desceu do Céu. Quem comer deste Pão viverá eternamente. E o Pão, que Eu hei de dar, é Minha Carne para a Salvação do mundo. Em verdade, em verdade, digo-vos: se não comerdes a Carne do Filho do Homem, e não beberdes Seu Sangue, não tereis a Vida em vós mesmos.' Muitos de Seus discípulos, ouvindo-O, disseram: 'Isto é muito duro! Quem o pode admitir?' Desde então, muitos de seus discípulos se retiraram e já não andavam com Ele." Jo 6,51.53a.60.66
    Por outro lado, até os samaritanos, cuja tradição era fortemente avessa a qualquer contato com os judeus, já se haviam rendido à Sua Pessoa. Eles disseram à mulher, a quem Ele ofereceu Água Viva junto ao poço de Jacó: "Já não é por causa de tua declaração que cremos, mas nós mesmos ouvimos e sabemos que Este verdadeiramente é o Salvador do mundo." Jo 4,42
    Porque esta samaritana pressentiu Sua Divina Natureza, anunciando a seu povo: "Vinde e vede um homem que me contou tudo que tenho feito. Não seria Ele, porventura, o Cristo?" Jo 4,29
    Isso se deu mesmo após Jesus ter contrariado a fé deste povo, pois afirmou: "Vós adorais O que não conheceis, Nós adoramos O que conhecemos, porque a Salvação vem dos judeus." Jo 4,22
    Também os guardas dos chefes dos sacerdotes de Jerusalém, enviados para prendê-Lo, voltaram atônitos, de mãos vazias: "Jamais alguém falou como este homem!..." Jo 7,46
    E os maus espíritos, para expô-Lo a controvérsias, 'denunciavam-nO': "Quando os imundos espíritos viam-nO, prostravam-se diante d'Ele e gritavam: 'Tu és o Filho de Deus!'" Mc 3,11
    Ora, ainda quando da Apresentação do Menino Jesus no Templo de Jerusalém, Simeão profetizou a grande divisão que Nosso Salvador provocaria na humanidade: "Simeão abençoou-Os e disse a Maria, Sua mãe: 'Eis que este Menino está destinado a ser uma causa de queda e de soerguimento para muitos homens em Israel, e a ser um sinal que provocará contradições, a fim de serem revelados os pensamentos de muitos corações.'" Lc 1,34-35a
    Contudo, logo após Sua Ascensão aos Céus, São Pedro já declarava aos religiosos judeus no Sinédrio: "Esse Jesus, pedra que foi desprezada por vós, edificadores, tornou-Se a pedra angular. Em nenhum outro há Salvação, porque debaixo do Céu nenhum outro nome foi dado aos homens, pelo Qual devamos ser salvos." At 4,11-12
    E tentando denunciar São Paulo e São Silas, quando anunciavam Jesus na cidade de Filipos, uma adivinha pagã, possuída de mau espírito, passou vários dias seguindo-os pelas ruas e gritando: "Estes homens são servos do Deus Altíssimo, que vos anunciam o Caminho da Salvação." At 16,17
    Pois São Paulo, reconhecidamente, era um dos grandes arautos do Salvador. E do alto de sua autoridade, exaltando a conquista do dom da fé como superior ao conhecimento da Lei, ele assegurava aos romanos: "Portanto, se com tua boca confessares que Jesus é o Senhor, e se em teu coração creres que Deus O ressuscitou dentre os mortos, serás salvo." Rm 10,9
    Verdadeiramente Santo, ele demonstrava uma inquebrantável no Evangelho: "Com efeito, não me envergonho do Evangelho, pois ele é uma força vinda de Deus para a Salvação de todo aquele que crê..." Rm 1,16
    E na Primeira Carta aos Tessalonicenses, argumentou a favor do esforço que faziam os Apóstolos, indicando Quem os movia, bem como Seu notório efeito: "Nosso Evangelho não vos foi pregado somente por palavra, mas também com poder, com o Espírito Santo e com plena convicção. Sabeis o que temos sido entre vós para Vossa Salvação." 1 Ts 1,5


A OBRA DA SALVAÇÃO

    Afirmativamente, e como prova da necessidade do divino auxílio, São João Evangelista, nas revelações que teve, nos Céus viu uma incontável multidão de gente de todas nações, que gritava: "A Salvação é obra de Nosso Deus..." Ap 7,10
    E Jesus confirmou a transcendência, que é operada por Deus, como nossa meta nesta vida: "Respondeu-lhes Jesus: 'A obra de Deus é esta: que creiais n'Aquele que Ele enviou."" Jo 6,29
    Ele assim explicou o diligente agir do Pai: "Eu sou a videira verdadeira, e Meu Pai é o agricultor. Todo ramo que em Mim não der fruto, Ele cortar-lo-á. E podará todo aquele que der fruto, para que produza mais fruto." Jo 15,1-2
    Não por acaso, ainda enquanto preparava o povo para a manifestação do Salvador, São João Batista afirmava que nenhuma condição humana seria obstáculo à Divina Verdade, á Vitória na Cruz: "Todo vale será aterrado, e todo monte e outeiro serão arrasados. Tornar-se-á direito o que estiver torto, e os escabrosos caminhos serão aplainados. Todo homem verá a Salvação de Deus." Lc 3,5-6
    Desde então a Salvação pode ser conhecida por aqueles que a buscam de contrito coração. Já vivemos o eterno hoje de Deus, como ensina São Paulo: "Agora é o favorável tempo! Agora é o dia da Salvação!" 2 Cor 6,2b
    Ele diz com todas letras por Quem se dá a libertação de nossas almas: "Porquanto não nos destinou Deus para a ira, mas para alcançar a Salvação por Nosso Senhor Jesus Cristo." 1 Ts 5,9
    E complementam seus seguidores de sua tradição: "... Cristo ofereceu-Se uma só vez para tomar sobre Si os pecados da multidão, e aparecerá uma segunda vez, porém não em razão do pecado, mas para trazer a Salvação àqueles que O esperam." Hb 9,28
    Eles simplesmente confirmaram-nO como o Autor da Salvação: "Aquele para Quem e por Quem todas coisas existem, desejando conduzir à Glória numerosos filhos, pelo sofrimento deliberou elevar à perfeição o Autor da Salvação deles, para que Santificador e santificados formem um só todo. Por isso, Jesus não hesita em chamá-los Seus irmãos..." Hb 2,10-11
    Mas deixam claro que Ele quer nossa obediência: "E uma vez chegado a Seu termo, tornou-Se Autor da Eterna Salvação para todos aqueles que Lhe obedecem..." Hb 5,9
    Fica no ar, portanto, um questionamento que eles propõem: "Como, então, escaparemos nós se agora desprezarmos a mensagem da Salvação, tão sublime, primeiramente anunciada pelo Senhor e depois confirmada pelos que a ouviram...?" Hb 2,3
    Com razão, São Pedro explica o Antigo Testamento como profecias que se cumpririam com o Advento do Redentor: "Esta Salvação tem sido o objeto das investigações e das meditações dos Profetas que proferiram oráculos sobre a Graça que vos era destinada. Foi-lhes revelado que propunham não para si mesmos, senão para vós, estas revelações que agora vos têm sido anunciadas por aqueles que vos pregaram o Evangelho da parte do Espírito Santo, enviado do Céu." 1 Pd 1,10.12
    Por isso, São Paulo lembra a São Timóteo a importância do estudo das Escrituras: "E desde a infância conheces as Sagradas Escrituras, e sabes que elas têm o condão de proporcionar-te a Sabedoria que conduz à Salvação, pela fé em Jesus Cristo." 2 Tm 3,15
    Com esse mesmo propósito, pois, agem os anjos de Deus: "Não são todos anjos espíritos a serviço de Deus, que lhes confia missões para o bem daqueles que devem herdar a Salvação?" Hb 1,14
    E assim toda Criação de Deus deve convergir para um só objetivo, como ensina o livro da Sabedoria: "Ele tudo criou para a existência, e as criaturas do mundo devem cooperar para a Salvação." Sb 1,14
    Para o salmista, com inconfundíveis intervenções Deus já demonstrava Seu propósito: "O Senhor fez conhecer Sua Salvação, manifestou Sua justiça aos olhos dos povos." Sl 97,2
    E referindo-se a todo santo povo de Deus, o Profeta Isaías predisse a Salvação que Jesus oferece ao mundo até o Dia do Juízo: "Israel obterá do Senhor uma Eterna Salvação, sem confusão nem vergonha, até o fim dos tempos." Is 45,17
    Dessa forma, refletindo Comunhão com o Messias, Israel, agora representado pelo Corpo Místico de Cristo, isto é, a Igreja, tornou-se um farol a guiar o mundo: "... de ti vou fazer a Luz das nações, para propagar Minha Salvação até os confins do mundo." Is 49,6
    Pois ela é plenamente instruída pelo Espírito de Deus, como prometeu Jesus: "Muitas coisas ainda tenho a dizer-vos, mas não podeis suportá-las agora. Quando vier o Paráclito, o Espírito da Verdade, ensinar-vos-á toda a Verdade, porque não falará por Si mesmo, mas dirá o que ouvir, e anunciar-vos-á as coisas que virão." Jo 16,12-13
    O inspirado Isaías também anunciou o universal alcance do poder do Messias: "De repente, Minha justiça chegará, Minha Salvação vai aparecer, Meu braço fará justiça aos povos. Em Mim as ilhas terão esperança, e contarão com Meu braço." Is 51,5
    E o próprio Pai, falando por este Profeta e dirigindo-Se a Israel durante o exílio da Babilônia, já havia afirmado: "... sou Eu o Senhor! Não há outro Salvador a não ser Eu!" Is 43,11
    O salmista reconhece Seus grandiosos poderes: "Vós atendeis-nos com os estupendos prodígios de Vossa justiça, ó Deus, Nosso Salvador." Sl 64,6
    É Deus, pois, por qualquer das Pessoas da Santíssima Trindade e em qualquer das situações, Quem socorre os mais carentes: "Por causa da aflição dos humildes e dos gemidos dos pobres, levantar-Me-ei para dar-lhes a Salvação que desejam." Sl 11,6
    É Ele Quem socorre os que buscam Sua justiça: "Vem do Senhor a Salvação dos justos, que é Seu refúgio no tempo da provocação." Sl 36,39
    É Ele Quem ampara os entristecidos: "Restituí-me a alegria da Salvação..." Sl 50,14
    É Ele Quem desfaz o peso de nossos pecados: "Mostrai-nos, Senhor, Vossa Misericórdia, e dai-nos Vossa Salvação." Sl 84,8
    É Ele Quem nos consola: "Só em Deus repousa minha alma, só d'Ele me vem a Salvação." Sl 61,2


O CAMINHO DA SALVAÇÃO

    Mas, como visto, a Salvação não nos vem sem nosso esforço. Por isso, São Paulo faz relembrar aos filipenses a obediência que devemos a Cristo: "... vós, que sempre fostes obedientes, trabalhai na vossa Salvação..." Fl 2,12
    Nesse sentido, falando através do Profeta Isaías, Deus Pai aponta o Caminho: "É na conversão e na calma que está vossa Salvação. É no repouso e na confiança que reside vossa força." Is 30,15
    E disse através de Jeremias: "Assim fala o Senhor: 'Sustai vossos passos e escutai! Informai-vos sobre os caminhos de outrora, vede qual a Senda da Salvação. Segui-a, e encontrareis a quietude para vossas almas!'" Jr 6,16
    O Eclesiástico dá-nos uma tarefa para toda vida, que nada mais é que o cumprimento do primeiro Mandamento: "... ama a Deus durante toda tua vida, e invoca-O para tua Salvação." Eclo 13,18
    E Jesus pede-nos fidelidade: "É por vossa constância que alcançareis vossa Salvação." Lc 21,19
    Como exemplo do valor que dá à motivação interior, Ele reconhece a prontidão de Zaqueu ao arrepender-se e prometer penitenciar-se em reparo a seus pecados: "Hoje entrou a Salvação nesta casa, porquanto também este é filho de Abraão." Lc 19,9
    Entretanto, também como visto, podemos e devemos contar com Sua preciosa ajuda. Explicitando a essência de Sua Missão, quando não foi acolhido pelos samaritanos, Ele vai corrigir São Tiago Maior e São João Evangelista, que queriam punir essa gente com fogo dos Céus: "O Filho do Homem não veio para perder as vidas dos homens, mas para salvá-las." Lc 9,56
    E Ele assim o fez, em perfeita consonância com os símbolos dos rituais judaicos, por meio de Sua Paixão, que celebramos na Santa Missa: "Assim como o Filho do Homem veio, não para ser servido, mas para servir e dar Sua vida em resgate por uma multidão." Mt 20,28
    Salva-nos, assim, pela observação de Sua Palavra, que por si só também nos acusará: "Se alguém ouve Minhas Palavras e não as guarda, Eu não o condenarei, porque não vim para condenar o mundo, mas para salvá-lo. Quem Me despreza e não recebe Minhas Palavras, tem quem o julgue. A Palavra que anunciei julgá-lo-á no Último Dia." Jo 12,47-48
    Palavra que é exclusivamente guardada por Sua Igreja, como diz São Paulo a São Timóteo: "Todavia, se eu tardar, quero que saibas como deves portar-te na Casa de Deus, que é a Igreja de Deus Vivo, coluna e sustentáculo da Verdade." 1 Tm 3,15
    Igreja que Ele mesmo edifica, e é invencível pelo inimigo: "E Eu declaro-te: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei Minha Igreja. As portas do inferno não prevalecerão contra ela!" Mt 16,18
    E assim tem feito desde o início da pregação dos Apóstolos, logo após a Vinda do Espírito Santo, trazendo-lhe as almas que verdadeiramente se encaminham para o Reino de Deus: "E cada dia o Senhor ajuntava-lhes outros que estavam a Caminho da Salvação." At 2,47
    E ela segue contando com os mais que especiais socorros do "... Espírito Santo, Autor da Graça!" Hb 10,29
    Pois é com Sua prestimosa ajuda que o ser humano vislumbra a santidade, como diz São Paulo aos tessalonicenses: "... Deus escolheu-vos para dar-vos a Salvação, pela santificação do Espírito e pela fé na Verdade." 2 Ts 2,13
    Ele comemora o feito do Pentecostes: "A Lei do Espírito de Vida libertou-me, em Jesus Cristo, da Lei do pecado e da morte. O que era impossível à Lei, visto que a carne a tornava impotente, Deus o fez. Enviando, por causa do pecado, Seu próprio Filho numa carne semelhante à do pecado, condenou o pecado na carne a fim de que a justiça prescrita pela Lei fosse realizada em nós que vivemos não segundo a carne, mas segundo o Espírito." Rm 8,2-4
    E assim também nós devemos esforçar-nos para levar a Salvação a todos nossos irmãos, como é o projeto de Deus. O Apóstolo dos Gentios exorta: "Acima de tudo, recomendo que se façam preces, orações, súplicas, ações de graças por todos homens... Isto é bom e agradável diante de Deus, Nosso Salvador, o Qual deseja que todos homens se salvem e cheguem ao conhecimento da Verdade." 1 Tm 2,1.3-4

    "Salvador do mundo, salvai-nos, Vós que nos libertastes pela Cruz e Ressurreição."